Conceito

Depois de mais de quinze anos em bancas tradicionais de advocacia criminal e na pesquisa em direito penal e processual penal, ex-alunos da Faculdade de Direito da USP fundaram Sica & Quito Advogados.

O escritório nasceu sob duas premissas: adequar a prática da advocacia às demandas complexas da sociedade contemporânea e aliar conhecimento e experiência na solução dos casos.

O modelo de atuação foi desenhado a partir do diagnóstico de mudanças radicais em curso desde o final do século passado, as quais determinaram uma ampliação quantitativa e qualitativa da justiça criminal: não somente cresceu o número de fatos criminalizados, como também foi alterada a sua estrutura, mudando, por consequência, os modos de intervenção e de reação.

Assim, aos antigos valores da profissão (discrição, transparência etc.), é necessário somar outros: inovação, agilidade, linguagem, tecnologia, para definir métodos e paradigmas que representem com funcionalidade os direitos e interesses dos clientes.

Para tanto, desde a argumentação jurídica até a gestão de processos, o escritório recorre a ferramentas como gerenciamento eletrônico de documentos, metas de desempenho, pesquisa analítica, jurimetria e jurisprudência estatística, bem como parcerias estratégicas em suporte a litígios, com pareceristas e escritórios de outras áreas do direito e regiões do país.